Para freelancers e agências que prestam serviços de mídia social, ter uma proposta pronta para apresentar ao seu cliente deve ser uma parte essencial do seu fluxo de trabalho.

Apresentaremos os componentes importantes de uma proposta de mídia social, auxiliados por dicas de pessoas que redigem propostas diariamente. Ao final deste artigo, você será capaz de redigir a sua própria ou personalizar um modelo existente.

Usando o Sprout Social para personalizar seu argumento de venda

Assim como a pesquisa de palavras-chave para SEO, o recurso Advanced Listening do Sprout ajuda você a entrar na conversa social de maneira semelhante.

Obtenha informações valiosas sobre o setor e até mesmo sobre os concorrentes de clientes potenciais para poder fazer referência a dados reais em sua proposta.

Experimente hoje o Sprout Social por meio de uma avaliação gratuita para obter mais informações sobre os benefícios.

O que é uma proposta de mídia social?

Uma proposta de mídia social é um documento que descreve como suas habilidades e conhecimento do assunto beneficiarão clientes em potencial. Ela formaliza as suas ideias para o seu cliente. Não é um contrato (embora possa ser, se você quiser).

Antes de elaborar uma proposta de estratégia de mídia social, é importante consultar o cliente potencial e entender quais são as suas necessidades e objetivos.

Após compreender o que o cliente precisa, você pode começar a elaborar a sua proposta e definir como pode ajudá-lo a atingir as metas e marcos necessários.

Para começar rapidamente, <strong><a href=”https://docs.google.com/document/d/1kigKLrq4BT3aLyq_14EXPyI1bruKi9disq32x-m33f8/copy” target=”_blank” rel=”noopener noreferrer”>use o nosso modelo de proposta de mídia social grátis</a></strong>: basta clicar em “Arquivo” e “Fazer uma cópia” para editar sua própria versão!

O que é um exemplo de proposta de mídia social?

Digamos que você queira mudar a aparência da sua cozinha. Você tem uma ideia geral do que está procurando, mas não tem o conhecimento para que a cozinha dos seus sonhos se transforme em realidade. Seu próximo passo lógico é contratar um designer de interiores e, se você fizer a devida diligência, encontrará alguns profissionais com a experiência que você precisa. Você solicitará propostas e, após verificar o que for apresentado, tomará uma decisão.

A parte complicada de elaborar uma proposta é que você precisa persuadir o cliente de suas habilidades sem definir cada etapa.

Um designer de interiores não enviará a você três designs de cozinha diferentes, completos com materiais de amostra em sua proposta. Nada poderia impedi-lo de assumir o projeto e executá-lo por conta própria. Em vez disso, o designer precisaria demonstrar conhecimento do setor e compreensão de suas necessidades. Com base em suas recomendações e em seu portfólio, você poderá tomar uma decisão informada sobre contratá-los.

Onde uma proposta de mídia social se enquadra em seu fluxo de trabalho?

A proposta faz parte do seu processo de vendas.

A Vantage Point Performance e a Sales Management Association descobriram que empresas que dispõem um processo de vendas claramente definido obtêm 18% mais crescimento de receita do que as que não dispõem.

O que é um processo de vendas claramente definido? É composto de etapas, como “prospecção” e “fechamento”. Pode ser semelhante a uma pirâmide, fluxograma ou até mesmo um círculo. A seguir, há três exemplos de diferentes processos de vendas.

O número de estágios difere de empresa para empresa. O mais importante aqui é que cada estágio tem ações e métricas claramente definidas que são relevantes para você.

Por exemplo, seu estágio de “conversão” pode incluir:

  • Elaborar a proposta
  • Enviar a proposta
  • O cliente analisa a proposta e retorna com perguntas
  • Você responde a perguntas e/ou revisa a proposta
  • O cliente concorda com a proposta
  • Você envia um contrato
  • O cliente assina o contrato

Ter um processo de vendas claramente definido não só faz com que você pareça mais profissional, mas também ajuda a gerenciar seu fluxo de trabalho.

Se você estiver tendo problemas para criar um processo eficaz, confira nosso Programa para parceiros da agência. Como membro, você terá acesso a ferramentas, materiais de suporte de vendas e recursos para agilizar seu processo, conquistar novos negócios e provar o ROI social para seus clientes atuais.

Como redigir uma proposta de mídia social

Como mencionamos anteriormente, uma proposta precisa demonstrar uma compreensão das necessidades do cliente.

Alguns dos principais componentes da proposta incluem:

1. Análise

Uma parte importante da relação com o cliente é gerenciar suas expectativas. Você quer liderar com uma análise que identifique os problemas do cliente. Na consulta do cliente, você deve ser capaz de entender quais são as necessidades de mídia social dele e como você pode ajudá-lo.

Em nosso modelo de proposta de mídia social, dividimos isso em uma visão geral das necessidades do cliente e do seu trabalho planejado, as metas de mídia social que você pretende atingir e uma visão geral do cronograma do projeto. Dependendo do projeto, você pode precisar ajustar o layout ou expandir os detalhes em algumas dessas seções, mas esta é uma ótima maneira de começar a desvendar os pontos-chave de um projeto potencialmente complexo.

Muitas vezes, os clientes reconhecem que precisam de ajuda no gerenciamento de mídia social, entretanto, não conseguem descrever por que precisam dela ou quais são seus objetivos ao usar a mídia social. Por exemplo, se o cliente deseja usar a mídia social para aumentar suas vendas, esta seção de proposta incluiria as métricas de vendas atuais e uma análise das razões pelas quais a estratégia atual não funciona.

2. Escopo de Trabalho

Esta seção é muito parecida com a seção Escopo de Trabalho do seu contrato. Essencialmente, tudo o que acontece nesta parte do modelo é o que você fará pelo seu cliente. Esta é a parte mais extensa da proposta e pode ser dividida em partes menores.

Com relação às propostas de mídia social, o trabalho geralmente pode incluir qualquer um dos itens abaixo:

  • Cronograma de postagem: quais redes você irá monitorar e com que frequência irá postar? Se um processo de aprovação de postagem for necessário, certifique-se de definir como seria.
  • Criação e curadoria de conteúdo: pode incluir a criação de um calendário de conteúdo de mídia social, tirar fotos e acompanhar as notícias do setor.
  • Monitoramento de palavras-chave da marca: certifique-se de observar quais palavras-chave você rastreará.
    Análise e relatórios: com que frequência você fará relatórios sobre as análises e o que estará rastreando?
  • Detalhes da gestão de mídia social: quando você estará disponível para interagir nas redes sociais? Quanto tempo você dedicará ao cliente?

Andy Bishop, presidente da agência de marketing Thin Pig Media, recomendou esclarecer o número de horas de trabalho que um cliente está recebendo. Ele explicou: “A mídia social é muito fluida e, claro, funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana. É importante definir expectativas claras para evitar problemas no futuro, bem como para que o cliente saiba o que está recebendo.”

Nosso produto pode facilitar a vida de um gestor de mídia social. Não oferecemos apenas monitoramento fácil de palavras-chave. Nossos relatórios são disponibilizados prontos para apresentação e podem ser exportados com um clique de um botão.

3. Marcos e prazos do projeto

Frequentemente associada ao Escopo do Trabalho, esta seção definirá claramente como você avalia o sucesso de um projeto.

Se o cliente deseja mais exposição da marca nas mídias sociais, você provavelmente identificará impressões e repostagens como parte de suas métricas. Com os números atuais e as taxa de crescimento do cliente em mente, você será capaz de elaborar metas numéricas razoáveis na proposta.

4. Comprovação do Trabalho

Por que esse cliente deve escolher trabalhar com você e não com o seu concorrente? O que o diferencia de todos os outros? Provavelmente, o cliente está recebendo várias propostas para o mesmo projeto.

É aqui que você demonstra como sua experiência se ajusta às necessidades deles. Pode ser na forma de depoimentos de clientes ou exemplos de como você tem feito com sucesso a gestão de clientes com objetivos semelhantes.

Tessa Greenleaf, especialista em correspondência da CloudPeeps, concorda. “Ao compartilhar exemplos de contas que você gerenciou, é importante detalhar o que você conquistou para esses clientes, bem como quais eram os seus objetivos quando começou a trabalhar com eles. Isso informa ao cliente por que ele deve contratá-lo para o trabalho.”

Ela usou o crescimento de seguidores como um objetivo de exemplo. Para mostrar como você ampliou o crescimento de um cliente, ela orienta a “compartilhar exatamente quantos seguidores havia na conta quando você começou a trabalhar, quantos seguidores você adicionou à conta e qual foi o papel que você desempenhou nesse crescimento.”

5. Termos do acordo

Este é o cerne do modelo de proposta. A seção deve comunicar claramente como você trabalha e quais seriam os termos do contrato.

Ela pode incluir itens importantes como:

  • Tarifas: projeto, hora ou retenção
  • Práticas de faturamento: como você fatura, quais são suas condições de pagamento ou se você requer um depósito
  • Como você trabalha: remotamente, no escritório do cliente, e quando você está disponível para responder a perguntas
  • Rescisão: como rescindir o projeto se qualquer uma das partes decidir que ele não é adequado para ela

Joyce Davis, Designer de marca e marketing da Square One Creative recomenda uma tarifa de cancelamento e despesas incorridas como parte da rescisão. Ela explicou: “Isso é importante para que não haja surpresas, e o cliente esteja ciente de que, se o projeto não for como apresentado, ou se tornar muito difícil, você terá a opção de interromper o trabalho.”

A rescisão ocorre em ambos os sentidos: o cliente pode encerrar o projeto se não estiver funcionando para ele, desde que saiba que ainda precisa pagar a tarifa de cancelamento.

6. Próximas etapas para o cliente

O que ocorre após a proposta da mídia social? Para evitar o limbo e constantes idas e vindas entre você e o cliente, anote o que acontece depois que a proposta é enviada. Você fará o acompanhamento depois de um certo número de dias? O cliente poderá solicitar revisões na proposta?

Embora esses sejam os principais componentes de uma proposta de mídia social, existem inúmeras outras maneiras de elaborar uma proposta. Algumas agências gostam de incluir uma data de expiração em suas propostas, juntamente com um aviso de direitos autorais.

A duração da proposta pode variar dependendo do cliente com quem você está trabalhando. Uma proposta para uma pequena empresa seria notavelmente diferente de uma proposta para uma empresa multimilionária.

Modelo de proposta de mídia social

Agora que você já conhece os elementos básicos de uma proposta de mídia social, pode desenvolver uma para sua organização ou começar com nosso modelo de documento de proposta de mídia social personalizável. Basta clicar em “Arquivo” e “Fazer uma cópia” para editar sua própria versão!

Criação e entrega da proposta

Para muitos profissionais de marketing de mídia social, uma entrega digital da proposta é suficiente. Para outros, pode ser necessário fazer uma apresentação pessoal. Assim como quando você elabora e e projeta um currículo, certifique-se de que sua proposta seja de fácil leitura para o cliente.

Com tudo isso em mente, você deve ser capaz de criar seu próprio modelo de proposta de mídia social. Ter um modelo tornará as novas propostas mais fáceis, permitindo que você se concentre na elaboração dos detalhes.

Ter uma proposta bem elaborada é ótimo, mas não garante o sucesso. Se você for uma agência ou consultor em busca de ajuda para vender ou expandir uma conta, fale com um de nossos consultores de crescimento parceiros da agência.